sábado, 19 de julho de 2014

Copa do Mundo trouxa, Copa Mundial de Quadribol e volta às aulas


Eu fico impressionado com a ignorância, arrogância e insolência de alguns trouxas (a maioria) com essa empolgação toda por causa de um evento futebolístico (seja lá o que isso queira dizer).  Vinte trouxas correndo atrás de uma boa que não voa, não ataca os jogadores e não pode ser tocada com as mãos, que deve ser trespassar um retângulo metálico que os trouxas tem a ousadia de chamar de gol e sequer tem aros. E o mais repugnante de tudo: ninguém voa.

A debilidade é tamanha que os trouxas chegaram aos prantos quando o time alemão chutou sete vezes a bola dentro daquele gol. Mas com um gol tão grande daquele até mesmo o time do Chudley Cannons acertaria - e reparem que tem sido difícil eles atingirem sequer a cabeça de alguém com um balaço. Eu não me admiraria se eles ficassem em último lugar na classificação. O senhor Weasley que deve estar se estrebuchando de ódio com isso, que, é claro, não é da conta de vocês.

(Clique em Mais informações para continuar lendo a coluna!)

Isso sem falar na Copa Mundial de Quadribol, que aconteceu recentemente no deserto da Patagônia, que contou com a presença do Potter e sua arrogante e desprezível família, para prestigiar o fracasso do time brasileiro na final contra a Bulgária. De fato os búlgaros estavam muito bem preparados e, eu não me admiraria se o Karkaroff tivesse enfeitiçado Krum, não seria a primeira vez, não é mesmo?

Exames antidoping a parte, eu gostaria de lembrar aos alunos de Hogwarts que as listas de materiais já foram entregues – embora eu espere ansiosamente que a Grifinória não tenha recebido – via correio coruja. Essa semana eu passei meu precioso tempo selecionando livros de poções novos na Floreios e Borrões.

----------------------------------------------
Não que seja da conta de vocês, mas essas minhas memórias tem Alzheimer e eu perco a noção de espaço-tempo.
---------------------------------------------

O importante é que já estou preparando novas detenções e na semana que vem começarei a compartilhar nessas memórias o meu cotidiano em Hogwarts. Não espero que seja tão interessante contar sobre o comportamento vexatório do Potter durante as aulas de poções, indisciplinado do jeito que ele é; ou mesmo o jeito irritante da senhorita Granger em sua busca pelo conhecimento absoluto; e até mesmo o jeito pacóvio do senhor Weasley, mas não o culpo por sua palermice inata. Contudo, irei me divertir com o parvoeirão do Longbottom e seu jeito desastrado, bem como o senhor Finnigan (particularmente eu tenho minhas dúvidas da linhagem bruxa a qual ele vem, embora o Chapéu Seletor teime em dizer que ele seja bruxo).





Já que tudo isso não é da conta de vocês, eu vou ficando por aqui. Eu enfeiticei essa coluna para que os trouxas – e os alunos da Grifinória – não conseguissem lê-la, entretanto, me avisem caso não tenha dado certo. 

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts