28.9.15

Pottermore: 5 coisas que aprendemos com o sábio Sr. Olivaras


Nesse texto do Pottermore, relembre as coisas sábias que o Sr. Olivaras nos ensinou. Leia a seguir traduzido!

5 coisas que aprendemos com o sábio Sr. Olivaras

O Sr. Olivaras é o fazedor de varinhas mais respeitado do mundo bruxo. Bruxas e bruxos de 11 anos deixam sua loja com uma varinha e um lição aprendida. Aqui estão algumas das coisas mais importantes que ele nos ensinou.

1. A varinha escolhe o bruxo

Enquanto nós não descobrimos a história da Varinha das Varinhas e dos irmãos Peverell até muito depois, Olivaras introduz a ideia de aliança com a varinha quando ele encontra o Harry pela primeira vez: "A varinha escolhe o bruxo" ele diz. Como é irônico que a varinha que escolheu o Harry tinha uma irmã. pertencente ao bruxo que lhe deu sua cicatriz.

2. É o núcleo que importa

Se você está comprando uma varinha, vale a pena saber que as melhores têm pena de fênix, pelo de unicórnio ou fibra de coração de dragão no núcleo delas. E se você vai fazer história no mundo bruxo por enfrentar o bruxo mais sombrio de todos os tempos, é também útil saber quem mais pode ter o mesmo núcleo de varinha que o seu.

3. Sua varinha é única, assim com você

"Nenhuma varinha do Olivaras é igual, assim com nenhum unicórnio, dragão, ou fênix são iguais," ele revela. Harry tem uma varinha com pena de fênix assim como o Voldemort (uma pena da mesma fênix, que acontece de ser o animal de estimação do Dumbledore, Fawkes), mas não existe nenhuma outra exatamente como a dele. Cada varinha é diferente.

4. Habilidade em magia não é nada sem desejo

Você pode querer um núcleo de calda de unicórnio ou decidir que teixo irá definitivamente fazer a melhor varinha para você, mas o Sr. Olivaras nos diz que não é simples assim. Você irá precisar de um atração inicial e então uma busca mutua por experiência, a varinha aprendendo com o bruxo, e o bruxo com a varinha."

5. O funcionamento das varinhas é muito complicado, até mesmo para ele

Enquanto o Sr. Olivara tem estudado o comportamento das varinhas desde seus dias na escola, até mesmo ele admite não saber tudo. Por exemplo, ele não pode explicar para o Voldemort por que a varinha do Lúcio Malfoy falhou quando ele tentou usá-la em Relíquias da Morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts