1.12.15

Dupla de designers gráficos MinaLima fala sobre J.K. Rowling e como foi criar os objetos e artes de Harry Potter!


A dupla de designers gráficos de Harry Potter e Animais Fantásticos recentemente inaugurou uma exposição de seus trabalhos para a série Harry Potter em Londres. Clique aqui para ler o relato do Pottermore sobre o local. O The Guardian visitou a exposição e o estúdio dos artistas em Leavesden e realizou uma entrevista bem interessante em que eles falaram sobre a J.K. Rowling, como foi criar diversos objetos icônicos dos filmes e mais!

"Nós ficamos emocionados quando a J.K. Rowling apareceu no nosso estúdio. Ela ama o local: o chamou de 'o lugar onde objetos ganham vida' - e até mesmo levou alguns dos nossos objetos para casa." disse a Miraphora Mina, complementada pelo brasileiro Eduardo Lima: "Nós somos pais orgulhosos de cada objeto." Eles ainda contam que a sala deles em Leavesden é o lugar favorito da Jo nos estúdios!

Mina logo depois mostrou o pôster que estava no quarto de Harry em Godric's Hollow em Relíquias da Morte. "Assim como os frascos de memória do Dumbledore, é um dos objetos menos vistos nos filmes de Harry Potter que finalmente está recebendo alguma atenção." O pôster, assim como diversas outras obras, está em exibição no A Arte Gráfica dos Filmes de Harry Potter, em Londres.


Mina ainda conta sobre como é o trabalho de designer gráfico em filmes, já que eles trabalharam em O Jogo da Imitação, por exemplo: "Tudo que precisa transmitir uma mensagem visual passa por nós - desde placas de rua até jornais, embalagem de poções e doces, livros ou qualquer pedaço de papel com algo escrito. E nós damos a tudo isso o mesmo nível de atenção."

Como ao criar o jornal O Profeta Diário, eles comentam que uma única edição do jornal bruxo levou duas semanas para ser feita, e eles enviaram mais de 30 edições para serem impressas juntas. "O tom da cor do jornal mudou com o tempo. No Prisioneiro de Azkaban ele fica mais escuro e sério. Na Ordem da Fênix, quando o Ministério da Magia assume [o controle dele], ele se transforma em propaganda. Tem uma sequência em que a câmera viaja para dentro do papel - então nós tivemos que escrever vários anúncios do zero para parecer realista."

Sobre a Gemialidades Weasleys, Mina comenta: "Quando fizemos a loja Gemialidades Weasley, tivemos que abordá-la como se fossemos meninos adolescentes com zero de sensibilidade para design." Além de ter comentado sobre o estilo que escolheram para trabalhar nos filmes: "Apesar de as histórias se passarem no presente, nós escolhemos usar estilos visuais históricos e mudá-los ligeiramente para nosso ambiente fantasioso, ao invés de criar uma nova linguagem do zero. É um mundo mágico que é fundamentado na vida real."

Já sobre a tipografia do Mapa do Maroto, Mina adiciona: "Nós sabíamos que tinha que ser inteligente, complexa, não convencional e espirituosa. Queríamos mostrar a complexidade da arquitetura da escola, que é composta por andares e corredores e é bem impossível de se medir! Eu desenhei tudo a mão em pedaços que posteriormente foram reunidos digitalmente e impressos em uma humilde fotocopiadora. Nescafé Gold Blend é nosso ingrediente secreto para o importantíssimo envelhecimento final do papel.... Mas nós não podemos revelar nossa fórmula alquimística exata!"

Os dois também são responsáveis pelo design do Mundo Mágico de Harry Potter em Orlando e no Japão, e comentam que ficaram movidos na estreia dos parques quando fãs falaram que se interessaram por design gráfico por causa deles: "Alguns nós contam que estão pensando em fazer design gráfico por nossa causa." Eduardo adiciona: "E alguns vêm nos abraçar e dizer que mudamos sua infância. Eu venho de um pequeno vilarejo no Brasil. Ainda não consigo acreditar que estou trabalhando na maior franquia do mundo."

Se você estiver em Londres até 19 de dezembro, não se esqueça de visitar a exposição dos dois na Coningsby Gallery! A entrada é franca e você não vai se arrepender.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts