quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Pottermore: 6 motivos que comprovam que o Quadribol faz mal à saúde de Harry

Todos nós, sejamos bruxos ou trouxas, amamos o Quadribol. E Harry, um dos melhores apanhadores que a Grifinória já teve, não é diferente. Mas apesar da paixão pelo esporte, ele sofreu algumas sequelas ao longo de sua carreira. Diante disso, o correspondente do Pottermore fez uma lista com 6 motivos que comprovam que o Quadribol não é tão bom assim para a saúde de Harry. Você confere a seguir a nossa tradução.


________________________________________________________________________


Harry, o mais novo apanhador do século, se meteu em muitas brigas, teve várias lesões e passou por algumas experiências de quase-morte enquanto jogava Quadribol.


Entre quase engolir o pomo de ouro e sacudir um braço sem ossos, Harry foi esmagado, espancado e surrado durante os jogos de Quadribol, mesmo aqueles em que ele não participou efetivamente. Aqui constam algumas razões que comprovam que o Quadribol não foi sempre bom para o pobre Harry.


1. O Quadribol tentou afogá-lo

Harry descobriu que havia 700 maneiras de cometer uma falta no Quadribol (Copa do Mundo, 1473, partida decisiva) e que os apanhadores tendem a sofrer acidentes mais sérios. Tendo esse conhecimento, ele pisou no campo para sua primeira partida em Harry Potter e a Pedra Filosofal e, durante o jogo, sua vassoura ficou fora de controle. Após muito estresse e muitos suspiros da platéia, a vassoura se acalmou graças à rapidez com que Hermione pensou. Mas Harry, aparentemente determinado a manter a tradição de acidentar-se enquanto apanhador, decidiu pegar o pomo de ouro com sua boca... 

Harry estava voando rápido de volta ao chão quando a multidão o viu levar a mão à boca como se fosse vomitar, ele pousou no campo de gatas, tossiu e uma coisa dourada caiu em sua mão.
- Apanhei o pomo! - gritou, mostrando-o no alto, e o jogo terminou na mais completa confusão.
Harry Potter e a Pedra Filosofal






















2. Deixou-o espancado e maltratado

Em Harry Potter e a Câmara Secreta, o público que assistia a partida entre Grifinória e Sonserina viu Harry afastar um balaço encantado (e muito violento). Ele passou a maior parte do jogo tentando desviar-se da bola negra gigante diante de uma chuva pesada, até que ele se distraiu... 

Por um momento de agonia, Harry imobilizou-se no ar, sem ousar voar na direção de Draco, com medo de que ele olhasse para cima e visse o pomo.
BAM.
Permanecera parado um segundo a mais. O balaço finalmente atingi-o, bateu no seu cotovelo e Harry sentiu o braço rachar. Sem enxergar direito, atordoado pela terrível dor no braço, escorregou para um lado da vassoura encharcada, um joelho ainda enganchando-a por baixo, o braço direito pendurado inútil.
Harry Potter e a Câmara Secreta






















3. Ele teve que acenar com um braço sem ossos...

Infelizmente para Harry, a mesma partida contou com o incoerente Professor Lockhart aparecendo para "socorrê-lo". Gabando-se com sua varinha e assegurando a todos de seu talento, ele prometeu a Harry que poderia consertar seu braço que fora quebrado por um balaço.

Quando Harry se levantou, sentiu-se estranhamente inclinado para um lado. Tomando fôlego, olhou para baixo, para o braço direito. O que ele viu quase o fez desmaiar de novo. Pela manga das vestes saía uma coisa que lembrava uma grossa luva de borracha cor de pele. Ele tentou mexer os dedos. Nada aconteceu. Lockhart não emendara os ossos de Harry. Ele os removera.
Harry Potter e a Câmara Secreta






















4. E por pouco não foi morto por dementadores

Quando chegou a hora da primeira partida de Quadribol da temporada em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry estava de volta ao campo para jogar contra a Lufa-Lufa. O tempo estava terrível, mas algo ainda pior ocultava-se sob a chuva gelada...

No mínimo cem dementadores apontavam os rostos encapuzados para ele. Era como se houvesse água gelada subindo até o seu peito, cortando os lados do seu corpo.
E então ele ouviu outra vez... alguém gritava, gritava dentro de sua cabeça... uma mulher...
- "O Harry não, o Harry não, por favor o Harry não!”
Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
















5. Ele quase foi pego mesmo quando não estava jogando

A Copa Mundial de Quadribol foi motivo de muita animação para Harry e Rony, especialmente quando Arthur Weasley conseguiu ingressos para um setor privilegiado na partida final. Todos amaram cada minuto do jogo, mas mais uma vez o Quadribol reservava uma surpresa desagradável para Harry. A Marca Negra fora conjurada, tornando o ambiente caótico, e Harry e seus amigos quase foram atingidos por uma série de feitiços assombrosos:

Harry se virou e numa fração de segundo registrou um fato: cada um dos bruxos puxara a varinha, e cada varinha estava apontada para ele, Rony e Hermione. Sem parar para pensar, berrou:
- ABAIXA! - Ele agarrou os dois amigos e puxou-os para o chão.
- ESTUPEFAÇA! - berraram vinte vozes desencadeando uma série de lampejos, e Harry sentiu seus cabelos ondularem como se um vento poderoso tivesse varrido a clareira.
Harry Potter e o Cálice de Fogo






















6. As vezes foram membros de seu próprio time...

Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry foi forçado a colocar McLaggen no lugar de Rony como goleiro na partida contra a Lufa-Lufa. Essa não foi uma boa ideia.

Sem dúvidas, McLaggen, para as razões melhor conhecidas por ele mesmo, tinha puxado o seu bastão de Peakes e tinha parecido demonstrar como bater um Balaço para próximo de Cadwallader.
"Devolva a ele seu bastão e volte para os postes do gol!" Harry rugiu, indo em direção a McLaggen, quando McLaggen acertou um balaço nele, com uma forte pancada.
Cegueira, dor nauseante... um flash de luz... gritos distantes... e a sensação de estar caindo em um túnel longo...
Harry Potter e o Enigma do Príncipe











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts