21.4.16

O guia de visita ao set de filmagem de Animais Fantásticos da correspondente do Pottermore

















A correspondente do Pottermore esteve no set de filmagem de Animais Fantásticos e Onde Habitam e fez uma postagem relatando sua experiência. Confira a nossa tradução a seguir.

___________________________________________________________________________


Enviem uma jornalista a um set de filmagem toda semana, por seis meses, e ela irá voltar com centenas de observações. Nesse caso, um número expressivo delas são a respeito de um queijo.


Executivos de Hollywood sempre falaram em "fazer magia" nos filmes. Mas geralmente eles se referem ao sentido figurativo da magia, através do qual as histórias são contadas no cinema.

No set de filmagem de Animais Fantásticos e Onde Habitam, nós falamos a respeito da magia "de verdade". Feitiços, criaturas, maldições. Bruxos, bruxas, varinhas. Magizoologistas espertos em seus cachecóis amarelos listrados, carregando maletas incomuns. É realmente difícil discernir o que é real e o que não é. Especialmente se você é uma jornalista que - grande revelação aqui - nunca fez um filme.

Antes do lançamento do filme, em novembro, eu vou revelar alguns segredos interessantes. Mas estejam avisados: alguns dos meus métodos de investigação são um pouco grosseiros. 

"Esse queijo Brie é real?" perguntei a um figurante no set, direcionando meu dedo indicador a um pedaço pegajoso de queijo que esteve no prato o dia todo. "Ah, sim. Eu posso confirmar que o Brie nessa cena é bem real. Será que acabei de arruinar o filme todo por ter mordido-o? Eu jurava que era de plástico."

"Os pratos são reais?" ouvi uma voz vindo de baixo. Era Mitch - que estava no comando dos dublês, - agachado no chão, tentando juntar os pedaços de uma taça de vinho. Ele sorriu como o habilidoso mestre do desastre que é.

Eu tenho certeza de que os pratos são reais. Eu toquei-os mais cedo. Toquei mais uma vez agora, só para me certificar. Eles não são reais. Enquanto eu me distraía observando Jon Voight subir uma escada, o time de dublês trocou os pratos de porcelana por pratos falsos.

Quando essa cena em particular acontece, Mitch me contou que os pratos - que foram feitos especialmente para isso - quebram de maneira limpa e deliberada, para criar a ilusão de que a destruição é segura e controlada. Eu olho para ele como se ele tivesse acabado de tirar uma moeda de trás de sua orelha.

Essa não é a primeira vez que os produtores de filmes me enganam com esses adereços falsos. Vocês sabiam que eles pegam livros velhos e usam as páginas para fazer arranjos de luz? Que eles pegam objetos pesados, fazem um molde de resina deles e criam uma versão muito mais leve com outros materiais? Que algumas das mesas são feitas com uma madeira tão leve que você pode levantá-las com apenas um dedo?

Eles fazem todo o tipo de materiais falsos que se parecem muito com a realidade: estantes de livros que não esmagarão Eddie, tijolos que não arranharão o rosto de Colin Farrell e uma mobília que não machucará Dan Fogler.

É óbvio, se você parar pra pensar. É claro que há objetos falsos. Eles jamais iriam quebrar objetos de porcelana próximos ao rosto de Ezra Miller. Mas você já havia refletido sobre isso alguma vez na vida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts