2.5.16

A Batalha de Hogwarts



A Batalha de Hogwarts foi o evento que pôs um fim na Segunda Guerra Bruxa. Contou com vários eventos memoráveis, emocionantes e trágicos. Muitos de nossos personagens favoritos morreram, entretanto o grande vilão foi derrotado. Ontem, 02 de maio, a batalha de Hogwarts completou dezoito anos, e em comemoração ao seu aniversário, o Pottermore publicou uma linha do tempo com os principais acontecimentos da batalha. Confira nossa tradução.

____________________________________________________________________

Foi a batalha que abalou o mundo bruxo. Durante essa guerra para acabar com todas as guerras nós testemunhamos as mortes de personagens amados, um primeiro beijo muito adiado, coragem frente ao mal e um ato final espetacular que ninguém jamais vai esquecer. Para marcar o aniversário desse acontecimento, aqui está uma linha do tempo da importante batalha que acabou com a guerra.
Claro, cuidado com os spoilers...



Versão Texto

Harry, Rony e Hermione retornam a Hogwarts
"Ao emergir da passagem para a sala além, ouviram-se gritos e aplausos...
– HARRY!
– É Potter, é POTTER!"

A Professora McGonagall prepara Hogwarts para uma batalha
"– E agora: Piertotum locomotor! – exclamou ela. E por todo o corredor, as estátuas e armaduras saltaram dos seus pedestais, e, pelo eco fragoroso nos andares abaixo e acima, Harry percebeu que as suas companheiras em todo o castelo tinham feito o mesmo."

Hermione e Rony destroem a Horcrux da taça de Lufa-lufa
"– Então, agora temos uma Horcrux a menos – concluiu Rony, e, de dentro do blusão, puxou os restos da taça de Hufflepuff destruída"

Hermione e Rony se beijam
"Houve um estrépito quando os dentes de Basilísco caíram em cascata dos braços de Hermione. Correndo para Rony, ela se atirou ao seu pescoço e chapou-lhe um beijo na boca. Rony largou os dentes e a vassoura que estava carregando e retribuiu com tal entusiasmo que tirou Hermione do chão.
 – Isso é hora? – perguntou Harry, timidamente, e, quando a cena não se alterou exceto por Rony e Hermione terem se abraçado com tanta força que chegaram a bambear, ele ergueu a voz:
– Oi! Tem uma guerra rolando aqui!"

Crabbe ataca Rony, Harry e Hermione com Fogomaldito
"Então, o fogo começou a mudar, a formar um gigantesco bando de feras: serpentes flamejantes, quimeras e dragões se elevavam e baixavam e tornavam a se elevar, e os detritos de séculos com que se alimentavam eram arremessados no ar para dentro de suas bocas dentadas, jogados para o alto sobre pés com garras, antes de serem consumidos pelo inferno."

A Horcrux do diadema de Corvinal é destruída
"Uma substância semelhante a sangue, escura e resinosa, parecia vazar do diadema. De repente, Harry sentiu a coisa vibrar violentamente e se partir em suas mãos, e, quando isso aconteceu, ele pensou ter ouvido um leve e longínquo grito de dor, que não vinha dos terrenos do castelo, mas da coisa que acabara de se fragmentar entre seus dedos."

A morte do Fred
"A mente de Harry estava em queda livre, girando descontrolada, incapaz de apreender o impossível, porque Fred Weasley não podia estar morto, o testemunho dos seus sentidos devia ser mentiroso..."

Snape é morto por Voldemort e Nagini
"A mão que segurava Harry bateu no chão e Snape não se mexeu mais."

Lupin e Tonks são encontrados mortos
"Quando Gina e Hermione se aproximaram do resto da família, Harry pôde ver com clareza os corpos ao lado de Fred: Remo e Tonks, pálidos e imóveis, a fisionomia plácida, aparentemente dormindo sob o escuro teto encantado."

Snape dá a Harry memórias de sua infância
"– Você é – disse Snape a Lílian. – Você é uma bruxa. Estive observando um tempo. Mas não é uma coisa ruim. Minha mãe é, eu sou um bruxo."

Snape revela que ele amava Lilian Potter
" – Depois de todo esse tempo?
 – Sempre – respondeu Snape."

Harry acha a Pedra da Ressurreição e se reúne com Sirius, Lupin, Tiago e Lílian
"Ao seu lado, quase sem fazer ruído, caminhavam Tiago, Sirius, Lupin e Lílian; a presença deles era sua coragem e a razão pela qual era capaz de pôr um pé à frente do outro."

Harry encontra Dumbledore no limbo
"– Mas você está morto – disse Harry.
 – Ah, sim – respondeu Dumbledore, sem rodeios.
– Então... eu estou morto também?
– Ah – disse o diretor com um sorriso ainda maior. – Essa é a dúvida, não é? De modo geral, meu caro rapaz, acho que não."

Harry descobre que era uma Horcrux
"– Então a parte da alma dele que estava comigo...
Dumbledore assentiu ainda mais entusiasticamente, instando Harry a prosseguir, um amplo sorriso de incentivo no rosto. – ... se foi?
– Ah, sim!"

Neville destrói Nagini, a última Horcrux
"Com um único golpe, Neville decepou a cabeça de Nagini, que girou no alto, reluzindo à luz que vinha do saguão de entrada, e a boca de Voldemort se abriu em um berro de fúria, que ninguém pôde ouvir, e o corpo da cobra bateu com um baque surdo aos seus pés..."

Molly Weasley mata Belatriz
"– A MINHA FILHA NÃO, SUA VACA!"

Harry se dá conta de que é o mestre da Varinha das Varinhas
"– Então, a questão se resume nisso, não é? – sussurrou Harry. – Será que a varinha em sua mão sabe que o seu último senhor foi desarmado? Porque se sabe... eu sou o verdadeiro senhor da Varinha das Varinhas."

Harry derrota Voldemort
"Voldemort estava morto, atingido pelo ricochete de sua própria maldição, e Harry ficou parado com as duas varinhas na mão, contemplando o invólucro do seu inimigo."

A batalha termina
"Em algum lugar distante ouviam Pirraça disparando pelos corredores, cantando o hino da vitória que ele compusera:
 Vencemos, esmagamos a fera, Potter é o Máximo,
Voldy já era, então agora vamos nos divertir à vera!
 – Realmente passa o sentimento da amplitude e tragédia da coisa, não é mesmo? – comentou Rony..."


Tradução por: Isabel Dain
Revisão por: Henrique Scheffer

Um comentário:

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts