16.9.16

Alison Sudol e os poderes de Queenie





Loirinha, sorriso timido e pele legal, Alison Sudol interpreta Queenie, a Legilimens da nova trilogia. Se ficamos surpresos com essa nova habilidade, imagine só como seria fazer esse papel? 

__________________________________________________________________________________________

Os poderes da Queenie são 'muito para lidar', diz a atriz Alison Sudol


Você vai amar Queenie Goldstein. Ela é corajosa, selvagem (feroz?) e incomumente perceptiva. O que talvez tenha um pouquinho a ver com a habilidade dela de olhar dentro da sua alma.

Ela age de forma bem parecida com um Legilimente, se você parar para pensar. Essa habilidade requer a empatia aguçada, a mesma habilidade de entender uma pessoa completamente. Alison Sudol, que interpreta Queenie em Animais Fantásticos e Onde Habitam tem uma adorável aptidão para isso.

‘Quanto mais eu interpreto a Queenie, mais eu me aprofundo em seus poderes”, diz Alison. “É uma característica que realmenter diz muito sobre quem ela é, porque ela vê dentro das pessoas. Ela não apenas lê o que você está pensando nesse momento, ela lê você. Por ser uma Legilimens ela lê toda a sua história, ela vê todas as suas verdades. Se ela se aprofundar o bastante, consegue ir lá dentro.” 

Lá dentro quer dizer nas suas memórias, seus segredos fortemente guardados, suas esperanças e seus desejos. Esse nível de visão e poder pode ser perigoso, caso um bruxo ou bruxa das trevas o explore. Mas o que uma pessoa de coração bom faria com essa habilidade?  E como o fato de ser uma Legilimente afeta os relacionamentos de Queenie? 

Alison franze os lábios pensativamente e um ligeiro enrugado aparece em seu rosto de porcelana. Ela pensou muito sobre isso. 

‘É algo que pode te fazer sentir muito solitário, ter algo que te diferencia das pessoas dessa forma’, ela diz, suavemente. “Obviamente aprofunda a conexão entre a Tina e a Queenie porque ela sabe muito sobre a irmã sem precisar perguntar. Isso a ajuda a ajudar a Tina. Mas ela também tem que proteger a si mesma e ter consciência de o queanto isso [ser uma Legilimente] a afeta. Tina é a pessoa mais segura para Queenie ter por perto.  

Graças à Alison eu comecei a pensar nas implicações da situação de Queenie no dia-a-dia. 

‘Imagina, você vai a uma festa e pensa que é a única pessoa se sentindo inadequada ou deslocada’, reflete Alison. ‘Se você pudesse ouvir o que todas as outras pessoas estivessem pensando e soubesse que eles sentem o mesmo, você se sentiria realmente conectado a elas. 

‘Pelo mesmo princípio, entretanto, enquanto mulher, a atenção dos homens poderia ser muito difícil. A Queenie não tem vergonha de seu corpo nem é insegura. Só que, bem, ela consegue ouvir exatamente o que um homem está pensando sobre ela. Ela sabe o que todo mundo pensa sobre ela. Isso seria muito desagradável, né?

‘Às vezes pode parecer que a Queenie está um pouco distraída ou até que ela é meio tonta, mas é só que tem tanta informação entrando em sua cabeça o tempo todo’ ela me diz. “É muito para lidar, esse poder.”

Deixa eu te falar, não deixe que o rosa dos pés à cabeça te engane porque Queenie Goldstein é tudo, menos tonta.

__________________________________________________________________________________________

Para ler o texto original, clique aqui e continue aguardando a estréia de Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Tradução: Isabel Dain.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts