segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Pottermore: Criando a animação do Conto dos Três Irmãos


Em um texto liberado hoje no Pottermore, o site nos conta um pouco mais, a partir de um trecho de Harry Potter: Film Wizardry, como foi a criação daquela animação de O Conto dos Três Irmãos que vimos em Harry Potter e as Relíquias da Morte! Leia traduzido logo abaixo!

Por trás das cenas: Criando a animação do Conto dos Três Irmãos

O conto de como as Relíquias da Morte foram criadas é a chave para o enredo da sétima história - mas o problema era, como você mostra uma história dentro de outra?

Extraído de Harry Potter Film Wizardry



Crucial para a jornada de Harry em Relíquias da Morte foi a descoberta das Relíquias. No livro da J.K. Rowling, essa informação foi entregue através de uma história lida em Os Contos de Beedle, O Bardo, um livro herdado pela Hermione do Dumbledore.

O diretor David Yates, o designer de produção Stuart Craig, o diretor do conto, Ben Hibon, e Dale Newton, supervisor de sequência para Framestore (maior estúdio de efeitos visuais da Europa, o qual animou os hipogrifos, centauros, e elfos domésticos, além de muitos outros aspectos importantes dos filmes Harry Potter), decidiram reproduzir a história em uma sequência animada separada, colaborando para encontrarem os elementos certos para contar esse conto que possui um estilo fábula.

"Nós sabíamos que seria estilizado e contado de forma bem gráfica" Newton disse em um entrevista para o fxguice.com, "Mas não exatamente como. Então os produtores sugeriram criar algo na mesma linha de Lotte Reiniger. E o que conseguimos a partir disso foi uma certa simplicidade e inocência."

Reiniger foi uma animadora alemã que trabalhou desde a década de 1930 até a de 1950, fazendo principalmente curtas baseados em contos de fadas e histórias clássicas. Suas animações eram diferenciadas devido ao uso de silhuetas de papel cortas à mão e movimentos líricos e elásticos.

Como ele também foi influenciado pelas peças asiáticas de sombras, Hibon propôs juntar os dois estilos. E funcionou. O toque final foi colocar uma textura de papel granulado colorido em tons de sépia sobre e por trás dos personagens animados.

"Quando nós criamos os personagens, tentamos propositalmente fazer o design de marionetes. Nós devíamos sentir como se estivéssemos assistindo um show de marionetes muito inteligente, e não um tradicional filme animado," explica Newton em uma entrevista para o Animation World Network. "Nós estávamos bem conscientes que a atitude dos personagens tinha que ser lida através de toda pose deles. As silhuetas também nos permitiram brincar com uma certa teatralidade. As mãos também falam muito - as mãos da Morte, por exemplo, são quase tão expressivas quanto seu rosto."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts