sexta-feira, 29 de abril de 2016

10 coisas que amamos em Câmara Secreta



Que Harry Potter e a Câmara Secreta é amado pelos fãs da série, todos já sabemos. Sendo o terceiro livro mais vendido da saga, introduz vários novos personagens e histórias paralelas. Assim sendo, o Pottermore publicou uma listagem com as dez coisas no livro mais amadas pelos fãs. Confira nossa tradução a seguir.

___________________________________________________________________


De algumas maneiras, Câmara Secreta foi mais interessante que Pedra Filosofal, porque simplesmente nos apaixonamos pelo livro, e estávamos nos abocanhando para continuar com a história.


1.       Dobby, naturalmente

Provavelmente um dos maiores favoritismos em toda série Harry Potter é Dobby; o elfo-doméstico mais corajoso de todos que sempre se batia na cabeça. Esse é o livro em que conhecemos um dos amigos mais bem-intencionados, porém desastrosos, de Harry, quando ele aparece na rua dos Alfeneiros, implorando para Harry não voltar para Hogwarts. Apesar de constantemente rejeitado, Dobby aparece em inúmeros momentos indesejados para relembrar Harry que ele está em grande período, etc – não que Harry alguma vez tenha escutado. Como aprendemos rapidamente, Dobby tinha as melhores intenções para Harry no coração, e uma amizade nasceu: sem mencionar, um grande amor por meias.


2.       Gilderoy Lockhart

Continua sendo quase um milagre que o extravagante, “humildemente soberbo” Gilderoy Lockhart tenha conseguido a vaga de novo Professor de Defesa contra as Artes das Trevas à primeira vista, mas não se pode negar que o homem tinha carisma. Depois de quase enganar todo mundo graças aos seus amados, loiros e ondulados cabelos e a seus infinitos livros pouco realistas (Um ano com o Iéti, Como se divertir com vampiros...) a ternura de Lockhart dramaticamente acabou quando ele apagou sua própria memória com a varinha quebrada de Rony. Meio triste, mas por outro lado...


3.       O pai de Draco sendo cem vezes pior que Draco

Nós conhecemos muitos personagens legais em Câmara Secreta, e alguns nem tão legais. Se pensávamos as oleosas maneiras de Draco eram detestáveis, não eram nada comparadas as de seu pai, Lúcio Malfoy. Assim que se conhece Lúcio, se começa a sentir vibrações negativas.


4.       O duelo de Harry e Draco

Depois de um duelo falho à meia-noite em Pedra Filosofal, os dois adversários entraram em conflitos durante o Clube de Duelos no segundo ano. Naturalmente, o estúpido Professor Lockhart escolheu as duas pessoas que mais se odeiam em toda Hogwarts para duelar, e as coisas ficaram feias muito rápido. Ao mesmo tempo, estávamos secretamente entoando ‘LUTA! LUTA!’ enquanto líamos este capítulo.


5.       O mistério da Câmara Secreta

No segundo ano de Harry, as coisas escureceram muito rápido, com Harry sendo atormentado por uma voz na parede e o pensamento de um monstro horripilante petrificando os alunos nascidos-trouxas. Câmara Secreta é basicamente um filme de terror para Harry. A assustadora mensagem ‘A CÂMARA SECRETA FOI ABERTA. INIMIGOS DO HERDEIRO, CUIDADO’ espalhada na parede é uma imagem assombrosa, especialmente para uma criança de 12 anos começando a se acostumar com a magia.


6.       Murta Que Geme

Ela pode ser piegas, dramática e nada sutil, mas os livros não seriam os mesmos sem Murta Que Geme; nossa fantasma torturada favorita. Durante um de seus muitos encontros no banheiro feminino (sim, isso foi um pouco estranho, não?) Murta faz a entrada. Murta vira algo como uma companheira para Harry, Rony e Hermione, apesar de que você não iria querer levá-la ao cinema, ou à livraria, ou a qualquer lugar que você precisa manter o silêncio.


7.       As alegrias da Poção Polissuco

Imagine ser capaz de se transformar em quem você quiser, e tudo que você precisa é de uma mecha de seus cabelos ou algumas unhas do pé. Ok, não é exatamente uma magia glamorosa, mas a Poção Polissuco é uma incrível mistura elegante, permitindo a quem bebê-la se tornar outra pessoa. Esse é provavelmente um dos maiores desejos dos trouxas, entrar na pele de outra pessoa, embora Crabbe, Goyle e um gato não seriam suas primeiras opções, para isso teriam que ser Harry, Rony e Hermione.


8.       O diário de Riddle

Harry tinha do diário de Tom Riddle; um livro misterioso que escrevia que volta para ele como Tom Riddle, um estudante que, convenientemente, sabia muita coisa sobre a Câmara Secreta. Gentil, informado e sempre pronto para escutar, Harry se tornou bem amigo do livro falante, mas desconhecido para ele, como para a pequena Gina Weasley, o que fez com que fosse desastroso quando descobrimos que Tom Riddle não é apenas uma tia agoniada bem-intencionada.


9.       O Basilisco

Existe algo como uma cobra amigável no mundo mágico? Aparentemente não, se o Basilisco servir de alguma referência. Não se admira que Harry estava aflito para entender que era um ofidioglota, e na verdade podia falar a língua das cobras. Entre todas as criaturas com quem você gostaria de ter uma conversinha, uma besta horripilante e venenosa que pode te matar com uma mera olhadela, ou te petrificar caso veja seu reflexo, não é uma delas.


10.       Fawkes e a Espada de Grifinória

Se Dumbledore pudesse ficar um pouquinho mais legal, isso foi antes de conhecermos sua incrível fênix de estimação, Fawkes, de longe um dos mais fabulosos animais fantásticos. É um momento incrível quando o pássaro flamejante desce até a Câmara, entrega a Harry o Chapéu Seletor, que haryy prontamente descobre que contém a Espada de Grifinória. Útil! Além de salvar a vida de Harry, obter a espada dá a Harry a libertação que ele precisava após quase dois anos de preocupação pensando se supostamente deveria ir para Sonserina.



Traduzido por: Henrique Scheffer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts