22.4.16

J.K. Rowling nos leva aos bastidores de Cursed Child!



A conta oficial de Harry Potter and the Cursed Child no twitter revelou ao público nessa sexta-feira, 22 de abril, um sneak peak dos bastidores da peça. O Pottermore fez uma postagem contando um pouco mais sobre o andamento da produção e você confere a nossa tradução, bem como o vídeo legendado a seguir.

______________________________________________________________________________


Pela primeira vez, J.K. Rowling, Johnn Tiffany e Jack Thorne convidam os fãs a visitarem os locais de ensaio da peça Harry Potter and the Cursed Child (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, em tradução livre), Partes Um e Dois.


Não é sempre que temos um minuto exclusivo de J.K. Rowling nas telas. Mas aqui está ela, em um vídeo novo filmado durante os ensaios da próxima peça de West End, bairro de Londres onde estão sediados a maioria dos teatros.


Vemos a peça acontecendo ao redor: varinhas sendo agitadas, atores lendo e ensaiando, observadores fazendo anotações. E, em uma mesa com vista privilegiada da ação, J.K. Rowling está sentada com o roteirista Jack Thorne e o diretor John Tiffany – os co- autores dessa nova e original história, com J.K. Rowling, responsáveis por trazerem à vida no palco os adorados personagens.


Eles estão discutindo o processo até o momento e o caminho para o primeiro lançamento ao público, daqui a menos de 50 dias. No dia 7 de junho de 2016, as pré-estreias começam no Palace Theatre e será a primeira vez que essa nova peça emocionante será encenada no palco em frente de uma plateia ao vivo.

Como a equipe explica, as pré-estreias são uma parte orgânica da moldagem da peça. Vê-la encenada para uma plateia permite que a equipe criativa aperfeiçoe todos os elementos da produção antes da estreia oficial da peça, em 30 de julho.

"Acho que cada pré-estreia individual será única", afirma John Tiffany, "pois a plateia estará vendo uma versão – em cujo processo encontramos."


"Uma das coisas que tenho mais apreciado do fandom de Potter", diz J.K. Rowling, "é que,como comunidade, eles realmente cuidam um dos outros, as pessoas protegem umas às outras – isso é algo especial. E, por esse motivo, mais do que qualquer outro, eu gostaria que nós, se pudermos, conseguíssemos guardar segredo".

Ela continua: "Será uma experiência teatral tão incrível que adoraria que pudéssemos surpreender as pessoas e comovê-las, na mesma forma natural que um livro deve surpreender e comover as pessoas".




Transcrição e tradução do vídeo: Henrique Scheffer.
Revisão: Isabel Dain.
Legendas do vídeo: Giuseppe Leôncio.
Tradução do texto: Amelina Aquino.

2 comentários:

  1. Ótima matéria, mas por que não dão crédito aos tradutores? Eles são voluntários e fazem isso com muito carinho e responsabilidade, mas teriam um ânimo extra se seus nomes aparecessem, mesmo que num cantinho... Além disso, seria bom para até pensarem numa futura carteira nessa área.

    ResponderExcluir
  2. Ótima matéria, mas por que não dão crédito aos tradutores? Eles são voluntários e fazem isso com muito carinho e responsabilidade, mas teriam um ânimo extra se seus nomes aparecessem, mesmo que num cantinho... Além disso, seria bom para até pensarem numa futura carteira nessa área.

    ResponderExcluir

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts