12.8.16

Eddie Redmayne fala sobre Newt Scamander e sua preparação para Animais Fantásticos


A revista Entertainment Weekly tem divulgado várias novidades sobre Animais Fantásticos, que inclusive recentemente foi capa da mesma. Agora, a EW nos trouxe uma mega entrevista deliciosa de ler - algo que não aconteceria se fosse de autoria da Srta. Skeeter - e que tivemos o prazer de traduzir. Confira:

________________________________________________________________________________

Animais Fantásticos: Eddie Redmayne responde nossas perguntas urgentes


Eddie Redmayne se abre sobre seu misterioso enredo em Animais Fantásticos e Onde Habitam. Abaixo, a estrela ganhadora do Oscar por Teoria de Tudo, responde a diversas perguntas sobre seu papel como o magizoologista Newt Scamander no spin-off¹ de Harry Potter que estréia em 18 de novembro².

ENTERTAINMENT WEEKLY: Vamos começar do começo: Quando foi a primeira vez que você ouviu falar sobre esse projeto?
EDDIE REDMAYNE: Eu acho que deve ter sido há uns dois anos. Eu recebi um telefonema me chamando para uma reunião com o diretor David Yates, ele falou muito vagamente sobre a história e disse que haveria um script em cinco meses e então teríamos uma nova reunião sobre isso. Tudo era hiper secreto. Eu fiquei tão empolgado com a perspectiva, e tinha também o nervosismo, porque e se eu lesse o roteiro e não me conectasse com o personagem?

Depois de seus prestigiados papéis, era interessante passar para um veículo de grande audiência como esse ou não?
Quando você começa a atuar, você sonha em conseguir um/a agente e arranjar um trabalho. Por anos, você faz testes e pega o que conseguir. Escolha é algo que não se tem muito. O que foi interessante com relação a essa experiência, porque uma pessoa normalmente não tem esse tipo de oportunidade, mas você olha como qualquer outro roteiro. Porque um filme pode parecer maravilhoso, mas se você não encontrar nada naquele personagem... então houve aquela expectativa, aquela ansiedade lendo o roteiro: como vai ser esse personagem? E o que é adorável é que a J.K. Rowling tem uma imaginação atordoante sobre a profundidade do mundo. Há muitos elementos em Newt. Eu encontrei com ela uma vez e ela conseguia falar de tudo, de toda a complexidade. Você não está interpretando uma pessoa real, mas na cabeça da J.K. Rowling o Newt é completamente tridimensional e você consegue falar de como era a vida dele.

A Rowling ajudou com alguma coisa específica? 
Uma das coisas maravilhosas do roteiro é que quando você o lê, não é só o que o personagem fala, são os movimentos e as descrições que entremeiam. Você tem que ler cada coisinha, você não pode apenas passar os olhos. Quando eu a conheci, nossos instintos foram bastante parecidos; ela foi de bastante ajuda particularmente com relação aos pequenos detalhes sobre o passado dele. 

Como você descreveria o Newt? 
Ele é um homem com uma paixão, e sua paixão são os animais. A mãe dele criava Hipogrifos e esse é o mundo no qual ele se sente mais confortável. Ele não fica particularmente confortável quando se relaciona com seres humanos. Ele é confiante de si, mas se desconecta das pessoas. As pessoas parecem não entendê-lo direito e ele não sabe porque, mas ele também não se interessa muito pelo motivo. Ele tem suas próprias relações com os animais.

Algum talento especial enquanto bruxo? 
Ele não é um bruxo incrível. Ele é capaz. Ele está acostumado a ser fisicamente capaz para lidar com animais.

E você estudou treinadores de animais para isso, certo?
Eu tive alguns meses para me preparar. Eu nunca tinha feito um filme nessa escala, e eu não tenho exatamente muita imaginação, e tem muita interação com animais e coisas fantásticas e também um trabalho com títeres³. Como alguém se prepara pra isso? Indo a incríveis zoológicos, parques, e entrando em jaulas com os animais e conhecendo seus tratadores e conhecendo como são suas vidas. Eu passei um dia ou dois com um cavalheiro que mora na floresta e ele tem muita experiência em rastrear. É uma questão de usar todos os seus sentidos – olfato, visão, visão periférica, audição – e de saber coisas como usar plantas como antídotos. Além disso, quando você rastreia animais, ele me mostrou isso. [Redmayne demonstra como pisar primeiro com a lateral do sapato.] Isso acabou criando esse andar meio aberto que o Newt tem.

O que o Newt acha da América do Norte? 
Quando ele chega a Nova Iorque, é possível vê-lo andando pela rua e a maneira como ele observa a cidade é a maneira como ele observaria um habitat natural. Ele meio que cheira o ambiente; é como se ele estivesse na selva. É totalmente estranho para ele ver um lugar repleto com tanta vibração e tantas pessoas. Os anos de 1920 são proibitivos e isso foi colocado em termos mágicos – mas eu não quero revelar muito.

Como foi trabalhar em um filme com tantos efeitos especiais? 
Eu já fiz filmes em CGI4 em que o mundo todo era verde, e você não tem nenhum contexto.O que é incrível é a quantidade de títeres ou dançarinos ou outras pessoas com as quais você trabalha mas que não estarão lá.  Há uma mágica que você sente quando o Departamento de Arte te manda 12 modelos de varinha e você tem a oportunidade de ter uma longa discussão sobre qual varinha usar. É o tipo de coisa com a qual as crianças sonham. A parte mais difícil foram os meses de preparação trabalhando com o Departamento de Efeitos Visuais, conversando com a Jo [Rowling] e o David [Yates] sobre as relações específicas e as caracterizações de todos esses animais diferentes, para que o Newt pudesse interagir com eles com certa fluidez que faça as pessoas realmente acreditarem que ele os ama e se importa com eles.

Quais são seus animais favoritos?
Eu tenho dois favoritos. O Pelúcio — eles têm essa maravilhosa relação de amor e ódio. É incrivelmente insuportável e maravilhoso ao mesmo tempo. Ele é um completo pesadelo, ainda assim, Newt se empolga com o quando ele é brincalhão e determinado. E o Tronquilho, Pickett, eu o amo. Existem muitos tronquilhos no filme, mas Pickett tem Transtorno do Apego Reativo5. Newt sabe que não deveria ter favoritos, mas ele ama Pickett.

Qual o seu menos favorito?
Newt não tem um menos favorito!

Quantos animais ele guarda na maleta, a propósito?
Ah, Deus, são muitos! Eu não tenho um número exato. Se você ler o livro dele, vai ver que existem tantos (animais) extraordinários que você não terá o vislumbre no filme, mas eu espero que se formos sortudos o bastante para fazermos mais filmes, temos uma amostra tão grande de animais legais que poderíamos mostrar mais deles.

Nós soubemos que ele foi expulso de Hogwarts, apesar de Dumbledore apoiá-lo. Que visão da história de fundo desse acontecimento você pode nos contar?
Eu adoraria lhe dar uma história, mas é algo que a tropa da Warner Bros. atiraria em mim se eu comentasse. Não posso falar disso, eu receio.

Ok, qual foi o seu feitiço favorito de lançar no papel de Newt?
Tem um que basicamente deixa alguém atordoado, e meio que faz com que a pessoa fique quase como uma estátua. Lançar esse, tinha esse dublê brilhante fazendo isso, ele literalmente estava completamente em pé e caiu como um tronco e se estatelou no chão, eu simplesmente não pude acreditar que ele não tinha quebrado o cérebro. 


Eu sei que você não pode ser muito específico, mas o que você acha que vai deixar os fãs mais surpresos nesse filme? 
Uma das coisas que eu achei completamente extraordinárias com relação ao roteiro quando eu li foi que há momentos em que parece um suspense. Há um aspecto sombrio nele. Há uma característica de comédia e meio que romance. Nós temos todos esses diferentes gêneros e ainda assim, de alguma maneira, J.K. Rowling conseguiu colocá-los juntos. Eu acho que é surpreendente o quão tocante ele é. Tudo que eu senti enquanto lia o roteiro foi um instinto e eu fiquei realmente tocado. Então eu espero que isso vá ser surpreendente. E agora eu acabei de estragar a surpresa [risos].

Você encontrou com alguém do elenco de algum dos outros filmes e recebeu algum conselho útil? 
Eu encontrei rapidamente com o Ralph Fiennes, e ele perguntou quem estava dirigindo e eu disse David Yates. Ralph disse que o que é extraordinário é que em meio àquela escala enorme de toda essa operação Yates tem um olhar incrívelmente aguçado para cada detalhe de performance. Ele é um diretor focado em atores e foi muito bom saber disso. 

Quem é A pessoa do universo de Harry Potter que você gostaria que Newt conhecesse?
Para encontrar num filme futuro? É realmente uma pergunta interessante. Eu acho que uma cena com Newt e Rony seria bem divertida. Eu acho que esses caras achariam um ao outro intrigante. Rony e Newt se divertiriam muito. Eu não tenho certeza de que eles conseguiriam fazer muita coisa.


Existe romance no filme? De acordo com o cânone, Newt tem um destino com Tina (Katherine Waterston)...
Newt foi machucado (psicologicamente) por seres humanos, e no começo do filme, ele é alguém realmente satisfeito com sua própria companhia e a companhia dos animais. Ele gosta de sua solidão, e ele também passou um ano fora, em campo. Então ele realmente não teve que lidar com pessoas. E quando ele chega a Nova Iorque, ele se vê rodeado de mais pessoas do que ele podia ter imaginar. Certamente, no início do filme, quando ele encontra a personagem de Katherine, surge um grande antagonismo entre eles, e ambos são personagens do tipo “de gênio forte”. Nós meio que sabemos que no final das contas, no universo Potter, esses dois ficam juntos, e temos esse tipo de construção central dessas duas pessoas que são forasteiras se encontrando. E também temos Jacob (Dan Floger) e Queenie, existe realmente um romance no ar lá.


Se dependesse de você, aonde você gostaria de ver Newt ir na sequência?
Eu estava lá [no estúdio] quando ainda tinha todo o cenário de Tarzan montado, e eu estava tipo, “Não podemos ter um crossover aqui? Não podemos tipo colocar o Newt se balançando em um daqueles?”. Isso me fez pensar que eu gostaria de ver Newt na selva.

Qual seu filme favorito de Harry Potter?
Meu filme favorito é provavelmente o final — As Relíquias da Morte: Parte 2. Provavelmente uma escolha sábia, já que Yates dirigiu esse. Com esses dois últimos, eles tiveram algo que eu continuo reassistindo, voltando e assistindo Ralph Fiennes e Daniel Radcliff fazerem aquele extraordinário duelo. Quando você está lançando os feitiços no set, os efeitos dessa enorme tensão do que está surgindo de sua varinha é colocado na tomada na pós-produção; você está literalmente atuando com nada, e eu achei isso tão lírico e profundamente comovente. Eu achei que criou um clima que me deixou satisfeito.

E quanto ao seu livro favorito de Harry Potter?
Eu acho que Harry Potter e a Pedra Filosofal. Meu irmãozinho, quando tinha seis anos, ele sempre lia esse, e isso tinha aquela imersão instantânea dentro do mundo que fez você liberar sua imaginação.

Em entrevistas, você disse que foi iniciado em magia quando criança. Qual era seu truque favorito?
Meu truque favorito era esse livro de colorir que você abria as páginas, e as páginas estavam em branco, então você tocava nelas com a varinha e abria outra vez e tinha desenhos, então você tocava com a varinha outra vez e todos os desenhos estavam coloridos. Era meu truque favorito. Eu comprei em um lugar chamado Davenports Magic Shop and School (Escola e Loja de Magia de Davenport). E não envolvia nenhuma habilidade, era apenas um bom e velho truque.

Você já fez o teste das casas no Pottermore?
Sabe de uma coisa? Eu fiz esses dias! E seria realmente deprimente pra mim descobrir que eu não sou de fato Lufa-Lufa, e então o site me selecionou para Lufa-Lufa. Eu literalmente estava sozinho em casa e fiquei sem ar de felicidade por ter caído na Lufa-Lufa. Eu estava tipo “a magia existe”.

¹NT –  spin-offs são filmes, séries ou outros que derivam de um outro filme ou série original. Em geral, focam em um personagem do original e sua vida em outro contexto e/ou com mais detalhes. Nesse caso, Animais Fantásticos é considerado um spin-off de Harry Potter por tratar do mesmo universo.
² Essa data é a do lançamento mundial, mas no Brasil, como os filmes estréias às 5as, o lançamento será dia 17.
³ Tiriteiros são artistas que manipulam marionetes, fantoches e outros tipos de bonecos.
4NT – CGI é uma das muitas técnicas existentes para se colocar efeitos especiais em um filme. A sigla corresponde às palavras em inglês Common Gateway Interface, que podem ser traduzidas como imagens geradas por computador.
5Transtorno do Apego Reativo é um problema psicológico; Alguém que tenha esse problema sofre de dificuldade de criar vínculos sociais saudáveis, ou criá-los de forma inadequada.
6 NT - Crossover é quando personagens de dois universos (filme, série, HQ) diferentes se encontram.


Tradução: Isabel Dain e Clarissa Magalhães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts