sábado, 4 de abril de 2015

Dupla Miraphora Mina e Eduardo Lima em Harry Potter: The Exhibition


Como já anunciado aqui n’O Profeta Diário, aconteceu nesta última quinta-feira (02), em Paris, a estréia do Harry Potter: The Exhibition. No evento estavam presentes os gêmeos James e Oliver Phelps, além dos designers Miraphora Mina e Eduardo Lima. Uma correspondente do Snitch Seeker estava presente e pode conversar com a dupla de designers. Abaixo você confere alguns momentos da abertura:

SS: Vocês fazem parte de Animais Fantásticos (filme)?

MinaLima: Bom, talvez... nós podemos apenas dizer que acabamos de começar. Nós fizemos o design da capa em 2000 para o filme inocentemente, sem saber o que iria acontecer. Sim, nós estamos trabalhando no filme, mas não podemos dizer nada além de que estamos muito animados.

Vocês tiveram alguma ajuda de J.K. Rowling? Ela escreveu muitas coisas além dos livros...

Miraphora Mina: Tipo Pottermore? Infelizmente, isso foi antes ...

Eduardo Lima: Seria legal saber de algumas dessas coisas antes.

Miraphora Mina: Ocasionalmente nós tínhamos que perguntá-la, quando nós fizemos a tapeçaria da Família Black, nós conhecíamos apenas alguns dos familiares envolvidos, não tínhamos a árvore genealógica, então tivemos que pedí-la. Foi muito legal porque Jo imediatamente voltou com ela. Obviamente, ela sabia de muita coisa e não colocou nos livros.  Ás vezes nós tínhamos que perguntar, mas por vezes, apenas para mostrar, como quando nós fizemos alguns adereços importantes, como o “Mapa dos Marotos”, “Os Contos de Beedle, o Bardo”, “O Profeta Diário” e o “O Livro de Poções. Nós mostrávamos algumas partes a ela, apenas para dizer: “Assim está bom?” Com Beedle, o Bardo, ela até  pegou uma cópia para si , que nós não tínhamos terminado...

Eduardo Lima: Sim, ela chegou ao nosso estúdio, e David Heyman disse: “Esse é o meu favorito Jo, você precisa ver”, então ela disse: “Oh, eu preciso de um”, e nós dissemos que não estava pronto, e que ela precisaria esperar até que nós finalizássemos o livro. Ela disse que estava tudo bem, mas dois segundos depois ela voltou e disse: “Me desculpem mesmo, mas eu preciso de um agora”. Então ela me deu um abraço bem forte e todos estavam tipo “O quê?” (risadas). Ela é adorável.

Miraphora Mina: (Sobre a Biografia de Dumbledore, por Rita Skeeter) J.K. Rowling escreveu uma nota bem pequena. Ela disse, “Eu quero essa biografia para ser um livro de aeroporto barato”, e nós ficamos absolutamente chocados, porque, neste mundo, como poderíamos produzir algo tão artificial? Então nós percebemos que era por que o personagem era tão ...

Plateia: Barato? (risos)

Miraphora Mina: Sim, ela é sensacional, então no design desse livro nós escolhemos cores realmente artificiais, técnicas e acabamento em que o papel é tão fino que você pode ver através dele. O mesmo fizemos com o caderno dela.

Existe alguma coisa que a J.K. disse não, porque não era bom? 

Miraphora Mina: Ela ficava bem afastada da real produção do filme. Eu acho que as coisas só eram mostradas a ela quando os produtores tinham perguntas.

Eduardo Lima: Ela era bem feliz e confiava na gente.

Miraphora Mina: Nós sentíamos que Stuart Craig (produtor) era nosso Dumbledore, e se não estávamos certos de como terminar o design e etc, ele sempre tinha a resposta. 

Eduardo Lima: E ele também nunca ficava bravo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts