28.1.16

Entenda a discussão de J.K. Rowling com a política Natalie McGarry, no Twitter


Na tarde dessa quinta-feira, J.K. Rowling se envolveu em uma discussão no Twitter com Natalie McGarry, que a acusava de apoiar trolls misóginos no Twitter. Natalie é Membro do Parlamento de Glasglow e fundadora do grupo "Women for Independence" (Mulheres pela Independência), então claramente a Jo não deixou a acusação de lado e pediu para a moça apontar exatamente onde ela havia apoiado misóginos.

Tudo começou quando a Jo postou o tweet da Natalie, que dizia "Wow J.K. Rowling busca seu nome por vaidade e depois defende trolls abusivos e misóginos. Extraordinário. Quase me faz se arrepender de ficar em filas pelos livros" e a Jo pediu uma explicação para isso: "Eu adoraria uma explicação para essa acusação, Natalie."


Bem, a explicação da Natalie foi: "Brian Spanner, Joanne. Bem simples."

Brian Spanner (@BrianSpanner1) é um perfil com o qual a Jo conversa frequentemente no Twitter. Ele já inclusive ajudou a arrecadar dinheiro para a Lumos, e a Jo agradeceu com um tweet que dizia: "Você é um bom homem, Spanner." (Esse tweet é importante daqui a pouco.)

Mas claro, a explicação da Natalie não explicou nada. A Jo então pediu "me mostre onde eu defendi misoginia e abuso, por favor"; a Natalie enrolou um pouco a escritora, comentando que o Brian não era o nome real do indivíduo por trás do perfil e que era um nome sob o qual ele se escondia. A Jo repetiu: "Eu estou esperando onde eu defendi misoginia e abuso."

A Natalie então disse: "Seu twitter apoia um abusador misógino. Você fala sobre abuso no Twitter e então (metaforicamente) abraça os trolls." E a Jo repetiu: "Você é uma política fazendo uma acusação pública. Me mostre onde eu defendi trolls abusivos e misóginos."

Stephen Daisley, outro amigo da Jo no Twitter, comentou no meio disso tudo: "Isso é um objeto de lição, pessoal. Se você vai difamar alguém, certifique-se de que não é alguém com um continente de advogados." A Jo deu retweet e comentou: "Stephen está exagerando. Uma pequena ilha no máximo."

Natalie então respondeu: "É bem simples, fuja com os pássaros... Você posta tweets de apoio a um troll misógino do Twitter", e a Jo rebateu: "Você fez uma acusação, agora sustente o que você falou. Me mostre um tweet onde eu apoiei misoginia ou abuso."

Natalie continuou falando sobre o Brian: "Você twitta ou não tweets em apoio de trolls do Twitter, misóginos e abusivos como Brian Spanner? A resposta é sim. Simples." E a Jo deixou clara a gravidade das acusações da parlamentar: "Você não é apenas uma hater aleatória, Natalie. Você é uma política eleita e me acusou de apoiar abuso e misoginia." Em outro tweet ela continuou: "Então você precisa fornecer alguma evidência para isso ou eu vou precisar de um pedido de desculpas."

Outro usuário do Twitter entrou na conversa respondendo esse último tweet da Jo e disse: "Seu tweet de 2/10/2015 onde você chamou Brian de 'um bom homem'. Evidencia o suficiente?" A Jo deu retweet comentando: "Você quer dizer quando eu estava agradecendo Brian Spanner por arrecadar fundos para minha organização de caridade infantil, Lumos?"

Então finalmente a Natalie mostrou algo como evidência, porém não um tweet da Jo, mas do Brian, e disse: "Então, esse cara, o que você conversa regularmente, cara legal."

O tweet do Brian dizia (linguajar pesado a seguir): "Imagine um imbecil. Então multiplique o dito imbecil pelo poder de uma b*ceta, esfregue em diarreia e decore com pelos pubianos do Eck." Isso em resposta a imagem de um político, chamado Ian Blackford, onde lê-se: "Na Escócia, nós acreditamos em segurança social, em proteger pessoas. Essa sociedade é apenas tão forte quanto seu elo mais fraco."



No Twitter, no meio de toda essa discussão, encontraram outros tweets do Brian em que ele xingava mulheres de "cunt". Ele disse: "Isso foi bem rude. Eu felizmente retiraria ter dito isso." e pediu desculpas por outros tweets de mesma natureza. 

E a J.K. respondeu: "Essa imagem prova que eu apoio e defendo misoginia e abuso... como?" Natalie respondeu: "Ele *é* um misógino e abusivo e você twittou coisas bem positivas sobre ele. Isso cabe a você. Cabe a mim chamar sua atenção."

Nesse meio tempo, a Natalie twittou fora da conversa com a Jo dizendo: "E Joanne Rowling reclama sobre os Wings [Wings Over Scotland, um site de notícias e opinativo sobre a política escocesa] mandarem trolls até ela? Minha timeline é uma escola de abuso na internet. Porque ela interage com trolls.", a Jo retwettou esse tweet e comentou

"Natalie, você precisa parar de escavar atrás de algo. Me mostre o tweet onde eu reclamei sobre alguém enviar trolls até mim." e complementou em outro tweet: "E você precisa fornecer provas de que eu apoio abuso misógino ou precisa pedir desculpas."

E parecia que a conversa iria acabar quando a Natalie disse: "Você twitta apoio a pessoas anônimas abusivas e misóginas. Isso é claro. E eu estou entrando em um avião em cinco minutos, então chega." E a Jo finalizou da melhor forma possível: "Ok, Natalie. Suponho que teremos que levar isso para o offline."

Mas alguns minutos depois, a Natalie voltou e disse: "Querida J.K. Rowling. Em reflexo, eu peço desculpas pela conclusão errônea de que você apoia misoginia e abuso, ao contrário das pessoas para quem você twitta." Complementando em outro tweet: "Eu não deveria ter acusado Joanne Rowling de nada baseado nas pessoas para quem ela twitta ou dá retweets, e para quem envia tweets de apoio."

A Jo agradeceu o pedido de desculpas e pediu para os seguidores serem educados com a Natalie: "Muito obrigada, Natalie, e eu gostaria de pedir para qualquer um me seguindo que está sendo menos do que educado com você para parar."

Só que ai a coisa piorou. Forjaram uma imagem do tweet do Brian citado anteriormente com aquele da Jo citado no início da postagem que dizia: "Você é um bom homem, Spanner", como se ela tivesse gostado do tweet com xingamentos do Brian. Só que na realidade, ela não teve interação alguma com aquele tweet em particular.
A Jo então respondeu para o Alan: "Alan, você cortou e colou screenshots, não foi? Minhas respostas seguem esse tweet ou não?"

A Natalie voltou pra discussão e postou a imagem acima no Twitter falando para a Jo ver aquilo. A J.K. respondeu: "*suspiro* Ok, Natalie, isso é cortado e colado para sugerir que eu disse 'bom homem' para aquele tweet, não para a arrecadação de fundos para a caridade."

A Jo complementou dizendo: "Qual é então? Você está apresentando um screenshoot cortado e colado como falsa evidência de sua acusação original? Ou você está se desculpando? E a propósito: você não está em um avião agora?"

E aí uma fã brincou de forma genial no meio de tudo isso. Ela disse: "Se você rearranjar as letras ela diz 'eu amo misóginos e apoio o comportamento abusivo deles.' Foram mais anagramas esse tempo todo." Se você não lembra, a Jo é exímia na arte de criar anagramas. Ela deu retweet e comentou: "Eu te amo, Emily."

Quando a Natalie comentou já ter pousado, a Jo continuou dizendo: "Eu suponho que o pedido de desculpas foi retirado, dado o screenshoot cortado e colado que você enviou interpretando de forma errada minha interação com Brian Spanner?"

Natalie disse: "Entenda da forma que você desejar. Eu não estava sugerindo que os tweets eram sequenciais, apenas que você posta tweets de apoio para um misógino repugnante. Verdade."

A Jo claramente respondeu: "É sua visão que se uma pessoa A interage com uma pessoa B no Twitter, ela deve ser "apoiadora" de todos os tweets de B?" e adicionou em outro tweet: "Isso tem implicações chocantes para políticos de todo mundo."

E a conversa foi finalizada pela Jo, que disse: "Você não parece entender como o Twitter ou difamação funcionam. Eu vou te ajudar com o segundo."

Nick Cohen, escritor do Observer, comentou: "Eu desaprovo as repressivas lei de difamação do Reino Unido, mas se J.K. Rowling quiser processar a Natalie McGarry, eu irei segurar seu casaco", a Jo retweetou o tweet do Nick e disse: "Obrigado, Nick. Eu estou pensando em reverter tudo para a Lumos."

Enfim, esperamos que você que ficou confuso quanto aos motivos de toda essa discussão tenha entendido. Esperamos mais notícias sobre os processos que virão por aí! Difamação é coisa séria e as pessoas devem arcar com o que dizem.

2 comentários:

  1. AMO VCS, PEGUEI NO FIM E NÃO ENTENDI NADA, OBRIGADA ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que conseguimos explicar! :D Conte sempre com a gente pras notícias!

      Excluir

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts