Pages

Pottermore: O que um Patrono pode dizer sobre seu personagem?


O Patrono é um tipo de força positiva, que funciona como uma espécie de escudo para o bruxo que o conjura. Para ele funcionar, segundo o próprio professor Lupin, você precisar pensar em uma memória feliz, bem poderosa. O Patrono então aparece, em forma de animal ou criatura. O seu feitio pode variar, pois, ele está ligado à individualidade de quem o produz. 

Confira nossa tradução direta do Pottermore, sobre o que um Patrono pode dizer sobre seu personagem:
_________________________________________________________________________________

Eles são ótimos afastando Dementadores. Mas também são muito bons em revelar segredos sobre as pessoas que os conjuram.

Um Patrono está intrinsecamente conectado com a personalidade da bruxa ou bruxo, embora nem sempre tome a forma do animal que ele ou ela estivesse esperando. Por exemplo: é bastante incomum que a forma seja o animal favorito de quem o conjurou. É muito mais provável que o Patrono tenha a forma de uma criatura que eles nunca tenham visto ou ouvido falar antes sobre. 

Mas o que eles significam? Tudo se resume na base da interpretação. Felizmente, nós, Trouxas; temos praticado simbolismo animal por séculos e muitos dos Patronos lançados pelos personagens de Harry Potter, têm sido criaturas significativas no mito, folclore, religião e na literatura. 

Vamos dar uma olhada nos Patronos que pertencem aos cinco orgulhosos membros da Armada de Dumbledore e analisar o que conseguimos deduzir sobre alguns destes personagens...


Cervo (Harry Potter)





 - É verdade – interrompeu a garota, com a longa trança nas costas, olhando para Harry – que você é capaz de produzir um Patrono? Correu um murmúrio de interesse pelo grupo quando ela disse isso. - Sou – confirmou Harry, ligeiramente na defensiva.  (Harry Potter e a Ordem da Fênix) 

A habilidade do Harry de produzir um Patrono corpóreo, inspirou os estudantes a se inscreverem no clube de Defesa Contra as Artes das
Trevas, até então sem nome. Como Harry era o líder, o cervo se encaixou muito bem como símbolo para esse quesito: 

Tradicionalmente visto como o “Rei da Floresta”, o cervo é o protetor dos outros animais. Harry ajuda seus colegas de classe ao ensinar tudo o que sabe sobre magia defensiva e frequentemente se põe em perigo a fim de salvá-los, como Gabrielle Delacour no Lado Negro ou Sirius Black no Departamento de Mistérios. Como Hermione mencionou, Harry tinha “essa coisa de salvar as pessoas”.

O cervo possui também outros significados simbólicos. À medida que seus chifres caem e regeneram anualmente, é considerado um símbolo de renascimento e ressureição. Sendo bastante apropriado, já que Harry é, no fim das contas, o menino que sobreviveu. 

Os pais de Harry também compartilharam Patronos com formas de veado: um cervo para Tiago e uma corça à Lílian. Ambos morreram enquanto tentavam proteger aquele que amavam. Como o desejo mais profundo do coração de Harry era ter sua família de volta, o Patrono dele os trouxe a possibilidade de ficarem perto um dos outros, de um pequeno jeito, porém, simbólico. 


Lontra (Hermione Granger)


Os talentos da Hermione com uma varinha foram esclarecidos desde as suas primeiras aulas – girar e sacudir e está tudo no balançar dos pulsos. O Patrono dela, a lontra, é um inteligente e habilidoso animal; alguns já foram até conhecidos por fazer malabarismos com pequenas rochas. Lontras também possuem destaques em muitos clássicos da literatura inglesa, como: Tarka, a Lontra; O Anel da Água Brilhante, O Vento nos Salgueiros. Confie no Patrono da Hermione para estar em tantos livros. 

Mas a lontra também refletiu um aspecto da Hermione o qual não estávamos acostumados a ver. De acordo com o professor Catullus Spangle e também pesquisador de Feitiços do século XVIII, o Patrono “representa aquilo o que está oculto, desconhecido, mas necessário dentro da personalidade”. Para enfrentar algo tão do mal quanto um Dementador, uma pessoa deve recorrer a recursos que ele ou ela pode nunca ter precisado e o Patrono é o segredo despertado que permanece adormecido até ser necessário.

O lado despreocupado de Hermione foi geralmente enterrado sob infinitas pilhas de lições de casa, enquanto seu Patrono em forma de animal brincava ao redor, sem se importar com o mundo. 

O Patrono de Hermione, uma reluzente lontra prateada, brincava à sua volta. – Eles são bonitinhos, não são? – comentou ela, olhando-o com carinho.  (Harry Potter e a Ordem da Fênix)


Jack Russell terrier (Rony Weasley)




 - Se você quiser matar Harry, terá que nos matar também! - disse impetuosamente, embora o esforço de ficar de pé tivesse acentuado sua palidez e ele oscilasse um pouco ao falar.  (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban) 

Terriers são cachorros pequenos que seriamente superestimam seu próprio tamanho e força. Totalmente destemidos, eles latem furiosamente para qualquer coisa que vejam como ameaça, não importa se as probabilidades estão contra a consideração deles. Rony Weasley frequentemente demonstrou esse traço, ao proteger Harry de um condenado fugitivo enquanto tentava ficar de pé sobre sua perna quebrada e defendendo a honra de Hermione com uma varinha, também quebrada, o que resultou em um infeliz ataque de vômito. 

Teimoso e voluntarioso como o Jack Russell pode ser (lembram do mau humor épico de Rony, durante Cálice de Fogo?) Um cão Patrono é um sinal infalível de um amigo leal. Pegue Sirius Black como exemplo, um personagem mais em sintonia com seu lado canino. Sirius era extremamente fiel a seus amigos, à sua causa e ao afilhado Harry, a quem ele lutou com e para, até o fim.  

Mesmo que Rony explodisse aos bufos, ele sempre voltava com uma ferocidade recém-descoberta. 
Melhor amigo do homem, de fato. 


Lebre (Luna Lovegood) 


  
A frase “louca como uma lebre de Março” poderia ter descrito Luna Lovegood, que tinha uma relação interessante com o seu Patrono. A lebre tem uma forte associação com a lua. “A lebre olhando a lua” é um símbolo nas antigas crenças pagãs.  

O quão interessante é, que o nome da Luna tenha origem do latim, significando Lua.  

Embora alguns Patronos revelem uma qualidade escondida ou reprimida sobre àqueles que os conjuram, Luna sempre pareceu estar completamente sintonizada com suas emoções. Seu apelido, Di-lua (ou Loony em inglês) vem da palavra ‘lunática’ ou ‘loucura’ – condição uma vez já acreditada ser causada pela lua cheia. Seu Patrono mostra que ela está orgulhosa de ser ela mesma, não importa o que qualquer um diga. 

Outro personagem, cujo Patrono chegou perto de se assemelhar a lebre, foi Ninfadora Tonks, a qual tinha o Patrono de forma original, o coelho chamado Jack. Como Luna, Tonks era um espírito livre que não ligava para o que as pessoas pensavam sobre suas atitudes, estilo ou as cores selvagens de seu cabelo. Claro, o Patrono dela mudou (como eles às vezes fazem) quando ela se apaixonou por Remo Lupin, tornando-se um lobo.


Javali (Ernesto Macmillan)



Ernesto Macmillan levantou-se da mesa da Lufa-Lufa e disse em alto e bom tom: “E se eu quiser ficar e lutar?” Houve uma chuva de aplausos. (Harry Potter e as Relíquias da Morte)

Ernesto pode ter sido um pouco ‘pomposo Prefeito’ às vezes; Harry não ficou impressionado com a atitude dele durante toda a questão do “Herdeiro da Sonserina” e nada do que ele dizia parecia conseguir mudar o pensamento de Ernesto. Você até pode dizer que ele estava sendo um pouco teimoso.  

Mas no fundo, Ernesto Macmillan era uma alma corajosa, como demonstrado pela sua aspiração de se juntar à Batalha de Hogwarts. Ele utilizou o Patrono de Javali durante a batalha para ajudar a salvar Harry, Hermione e Rony. Como o Javali simboliza o guerreiro em muitas culturas, parece certo que Ernesto ajudou a liderar o ataque em Hogwarts.  

Então, você concorda? Ou você tem próprias teorias sobre Patronos?  

Lembre-se, você pode descobrir seu Patrono no Pottermore.

Tradução: Mariana Freitas

Post Author

Daniela Oliveira

Estudante de Arquitetura. Se você quer saber mais sobre ela, procure as características de uma verdadeira Corvina, pois, ela se encaixa em todas elas (foi o Pottermore que disse). Ama ler, e seu maior sonho é aparatar pelo mundo.

Um comentário: