1.7.16

O que nós não teríamos sem os Sonserinos



"Sonserina não, sonserina não! Tudo menos Sonserina." Parece que essa frase soa um tanto quanto injusta se prestarmos atenção a esse texto que o Pottermore criou e foi traduzido por nossa equipe. Conheça tudo o que não teríamos se não fosse pela casa de Salazar Sonserina.


____________________________________________________________

Um mundo sem Sonserinos seria um lugar realmente vazio.

Não julgue um livro pela capa. Apesar do tanto de incômodo que a Sonserina pode ter causado ao longo desses anos, nós também achamos que eles deram ao mundo mágico mais do que você poderia um dia imaginar.


Nós não teríamos Hogwarts. 

Primeiras coisas primeiro. Salazar Slytherin certamente tinha seus defeitos, mas você não pode negar que Hogwarts teria sido apenas três quartos feita sem ele. Gostando disso ou não, Salazar foi a peça final do quebra-cabeça de Hogwarts e construiu a escola em harmonia ao lado de Godric Gryffindor, Helga Hufflepuff e Rowena Ravenclaw. Se não fosse pela desconfiança de Salazar pelos nascidos-trouxas, esta harmonia poderia ter durado um pouco mais.

Nós não teríamos Rony

Algumas vezes, ações passadas podem ter um impacto de vida-ou-morte no presente. Pegue o caso de Rony Weasley em O Enigma do Príncipe. Pobre Rony, quase engasgou até a morte com o hidromel envenenado naquele que  foi, provavelmente, seu pior aniversário de todos. Embora Harry tenha sido quem o salvou, foram as anotações do misterioso Príncipe Mestiço que fizeram a diferença.

A anotação "Apenas empurre um bezoar dentro de sua garganta", deixada na cópia de Harry do livro Estudos Avançados no Preparo de Poções, pode ter ajudado Harry a impressionar Slughorn na aula de Poções, mas aquela pequena informação foi literalmente um salva-vidas. E ela foi escrita por um Sonserino - Severo Snape, para ser precisa. Depois de todas as brigas em suas aulas, estamos certos de que Snape teria ficado empolgado para salvar Rony de um perigo mortal.

Nós não teríamos tido Ilvermorny

Foi graças a um descendente de Slytherin que a Escola de Magia da América do Norte, Ilvermorny, veio a existir. Se Isolt Sayre tivesse sido aluna de Hogwarts ao invés de Ilvermorny, achamos que ela teria sido selecionada para a Sonserina graças a seu ancestral. Embora seu próprio desejo de pertencer à Corvinal tenha possivelmente pesado - nós nunca teremos certeza disso.

Isolt foi um clássico exemplo que atitudes não precisam ser hereditárias. Sonserina pode ter produzido alguns dos bruxos mais obcecados por pureza do sangue, mas uma descendente do fundador desta casa criou uma escola que aceitava todas as pessoas mágicas.

Nós não teríamos Gina

Aguente essa com a gente agora. Voldemort quase matou e salvou a vida de Gina simultaneamente. Num efeito bumerangue.

Durante A Câmara Secreta, um diário contendo uma parte da alma de Tom Riddle caiu nas mãos de Gina. Ela derramou seus segredos e temores dentro do ansioso diário. Sob a influência do diário, uma das Horcruxes de Voldemort, Gina soltou o Basilisco nos seus colegas e, eventualmente, acabou aprisionada na Câmara Secreta.

Harry foi capaz de entrar na câmara e resgatar Gina graças à sua ofidioglossia - um talento que Voldemort acidentalmente transferiu a Harry ao tentar matá-lo quando ele era um bebê. Gina teria morrido se não fosse por esse talento emprestado de Slytherin.

Nós não teríamos a Ordem de Merlin

Merlin foi um dos mais respeitados e lendários bruxos da História. Nós vemos em todo o mundo mágico que as expressões "Pelas barbas de Merlin!" e "Pelas calças de Merlin!" são exclamações populares. Isso é que é legado.

Merlin também era Sonserino e esse grande bruxo, entre suas muitas realizações, é respeitosamente homenageado pela Ordem de Merlin; um sistema de recompensas para bruxas e bruxos que tinham alcançado grandeza. Mostre alguma ambição e audácia, seja recompensado - isso é muito Sonserino.

Nós não teríamos tantos avanços em Poções

Embora não seja uma garantia (apenas observe Crabbe e Goyle), membros da Sonserina realmente parecem ter alguma aptidão para Poções. Os dois professores de Poção de Harry, Severo Snape e Horácio Slughorn, eram Sonserinos.

Ambos também provaram ser excepcionalmente talentosos neste ofício. Slughorn presumivelmente conseguiu produzir a intensamente difícil Sorte Líquida (Felix Felicis), uma vez que contou à sua turma que havia tomado a tal poção duas vezes em sua vida. E nós todos sabemos que o Professor Snape é um profissional de mão cheia na criação da complexa Poção da Verdade, Veritaserum, e muitas outras além desta.

Nós não teríamos Harry

Graças a um Sonserino em particular, Harry Potter quase morreu quando era apenas um bebê. Mas graças a alguns outros daquela casa, a vida de Harry foi milagrosamente poupada. Dois exemplos ilustres saltam à mente, ambos da família que parecia ser a que mais detestava o Menino que Sobreviveu: os Malfoys

Em Relíquias da Morte, Draco vacilou quando lhe pediram para identificar Harry Potter possivelmente disfarçado. Sua hesitação foi suficiente para Harry dar o fora.

Então houve aquele espetacular ato de misercórdia da mãe de Draco, Narcisa. Quando Voldemort lançou a Maldição da Morte em Harry na Floresta Proibida, ele não o matou. Ele destruiu o pedaço de sua própria alma que havia se agarrado a Harry quando assassinou Lílian Potter.

Narcisa Malfoy podia ter facilmente contado ao Lorde das Trevas que Harry estava vivo e fingindo estar morto, mas ela não o fez. Ao invés disso, perguntou se Draco estava vivo e então mentiu descaradamente. Sem sua chocante decisão de último-minuto, Harry teria sobrevivido? Quem saberá?

Obrigada, Sonserinos!


Tradução por: Clarissa Magalhães
Revisão: Isabel Dain

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recentes

recentposts

Leia também!

randomposts