Pages

Diários de Alan Rickman serão publicados como livro

Reprodução
Alan Rickman, que nos deixou em 2016, terá seus diários publicados como livro em 2022 pela editora britânica Canongate. Os diários também compreendem o tempo que o ator interpretou o Príncipe Mestiço em Harry Potter.

Os diários, sendo 27 volumes, que serão reunidos em um, foram escritos por Alan de 1992 a 2016, já com a intenção de publicá-los algum dia. O livro contará com suas experiências de vida e também da sua carreira de ator, que já interpretou vilões e mocinhos desde Harry Potter, Duro de Matar a Simplesmente Amor. O ator também emprestou sua voz a personagens icônicos como o Absolem, de Alice no País das Maravilhas. E claro, os diários devem conter suas experiências quando deu vida a Severo Snape, sua visão em relação ao Snape das telonas e dos livros e até conversas que teve com Daniel Radcliffe. Na imagem abaixo você pode conferir um destes diários de Alan:

Reprodução/TRL

O livro deve trazer também suas percepções de política e apresentar insights de seu círculo de amizades, já que Rickman conhecia personalidades ilustres, como o Príncipe Charles, Bill Clinton e Emma Thompson.

Confira abaixo um mockup não-oficial feito pelo site The Rowling Library

Mockup não-oficial por The Rowling Library/Reprodução

Vale lembrar que itens do arquivo pessoal do ator foram adquiridos por Neil Pearson Rare Books e leiloados em 2018. Dentre os itens, estão cartas de J.K. Rowling e David Heyman e os roteiros de todos os oito filmes de Harry Potter. Resta saber se parte desse acervo será incluído neste novo livro.

Rima Horton, companheira de Rickman desde 1965, diz que o livro trará uma visão verdadeira de Alan:

"Estou muito feliz que Canongate publicará os diários de Alan [...] Os diários revelam não apenas Alan Rickman, o ator, mas o verdadeiro Alan - seu senso de humor, sua observação afiada, sua habilidade e sua devoção às artes. ”

Alan Taylor, editor do livro, classifica os diários de Rickman:

“anedóticos, indiscretos, espirituosos, fofoqueiros e totalmente sinceros; eles fazem leitura compulsiva e oferecem uma visão incomparável da vida diária de um ator notável que era tão amado nos Estados Unidos quanto certamente era no Reino Unido ”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário